Universidade Católica de Brasília amplia relacionamento com instituições na Europa

Universidade Católica de Brasília amplia relacionamento com instituições na Europa 

Em uma sociedade cada vez mais cosmopolita, a internacionalização do ensino superior surge como um dos grandes norteadores das ações e políticas das universidades. As instituições se articulam ao adotar práticas e iniciativas que ampliam as possibilidades de projeção internacional. Seja por meio da promoção de eventos, redes acadêmicas ou publicação de produções científicas, os valores de cooperação e solidariedade na cultura institucional podem revelar grandes vantagens para a comunidade acadêmica. 

Professor Leandro Bessa, na Universidade Sorbonne

Leandro Bessa, professor do Mestrado Profissional Inovação em Comunicação e Economia Criativa (UCB), está na França, onde ficará por um ano cursando o doutorado sanduíche na Université Paris IV – Sorbonne, mais especificamente, no Centre de Recherches Interdisciplinaires sur les Mondes Ibériques Contemporains (CRIMIC).

É também coordenador dos cursos de Comunicação na UCB e, correspondente internacional do mestrado com foco na área de economia criativa. A atividade tem atualmente forte tendência e reflexos econômicos em várias cidades europeias, como as capitais já visitadas, Lisboa e Paris. “Vim para a França com o objetivo de trazer minha pesquisa e ouvir outros olhares a respeito do tema que trabalho. É uma troca cultural e intelectual de metodologia, de processos do sujeito de pesquisa, de temas, de leitura e também de produção“, afirmou. 

Além de desenvolver o doutorado, Leandro está trabalhando para firmar parcerias com universidades da região, na perspectiva de trazer ainda mais oportunidades de mobilidade para os estudantes do mestrado. “A produção científica, na prática, desenvolve algum diálogo com o mundo interconectado. Isso traz impacto na língua, na cultura e nos temas que são desenvolvidos mundialmente. É entrar na centralidade dessas discussões sem estar isolado geograficamente e intelectualmente”, conta o pesquisador.

Em breve, será divulgada agenda e informações sobre parcerias com essas instituições.

Dicas para quem busca intercâmbio

  • O site do Campus France é o primeiro passo para quem tem interesse de estudar na França. Neste site, você pode fazer as buscas de todas as universidades e todos os programas de Mestrado ou Doutorando que são credenciados pelo governo francês. O site também descreve o passo a passo para solicitação de vistos de estudantes e dicas de como morar na França

https://www.campusfrance.org/fr

  • O site da Sorbonne onde o estudante interessado pode encontrar informações gerais a respeito da Universidade.

http://www.sorbonne-universite.fr/

  • O site do UTC (Université de Technologie de Compiègne), onde há possibilidade de convênio com a UCB. Ainda assim, quem deseja fazer mobilidade de modo independente pode encontrar orientações.

https://www.utc.fr/international/venir-etudier-a-lutc/etudiants-en-echange.html

  • Outra Universidade no radar é a de Lisboa, onde é ofertado especialização, mestrado e doutorado em um Programa de Cultura e Comunicação.

http://creativecultures.letras.ulisboa.pt/

  • No Brasil, os sites que oferecem bolsas para mobilidade estudantil, seja participação em eventos, estágios de pesquisa, visitas técnicas, ou mesmo doutorado pleno são os órgãos CAPES, CNPQ e FAP/DF, vale a pena ficar de olho:

https://www.capes.gov.br/

http://www.cnpq.br/

fap.df.gov.br/

Por: Amanda Castro

Foto: Arquivo pessoal

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *